Prefeito divulga documento e aponta providências para reivindicações

agorapress

Depois de 15 dias de intensas manifestações onde centenas de trabalhadores ligados ao Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), lideranças comunitárias e estudantes do movimento Acorda Tucuruí fecharam as principais rodovias para tentar forçar uma audiência com o prefeito Sancler Ferreira, a prefeitura de Tucuruí, enfim, resolveu se pronunciar através da divulgação da Ata de Reunião ocorrida no último dia 5.

Conforme dita o documento, encaminhado aos principais veículos de comunicação de Tucuruí e entidades de classe, a divulgação é para dar satisfação de que a prefeitura recebeu a pauta de reivindicações e as demais lideranças que pedem providências como: a realização de concurso público; quebra do monopólio da Viação Tucuruí e abertura de concorrência publica para nova concessionária; redução imediata da tarifa do coletivo de R$ 2,25 para R$ 2,00; Direito dos estudantes a pagamento em dinheiro  da meia passagem; execução imediata do que dispõe a Lei de Transparência.

Das exigências, apenas duas são consideradas de responsabilidade do município. Nossa reportagem teve acesso ao documento que estamos disponibilizando parte do documento que foi veiculado hoje (11).

_

documento prefeitoprefeito 3 documentodocumento prefei2

“… dentro de cada um de nós, todo mundo tem uma historia para contar!”

(94) 98146-7447
[email protected]

“… dentro de cada um de nós, todo mundo tem uma historia para contar!”

(94) 98146-7447
[email protected]